banner-corumba1

Corumbá – A Capital do Pantanal

Corumbá é uma bela cidade histórica, localizada no coração do Pantanal e preserva até hoje os seus inúmeros encantos naturais, arquitetônicos e suas raízes culturais herdadas dos povos fronteiriços, portenhos, indígenas, europeus e árabes.

O município está localizado no Centro-Oeste brasileiro, às margens do Rio Paraguai, no estado de Mato Grosso do Sul, na fronteira oeste com a Bolívia. Tem uma extensão territorial de 65 mil quilômetros, dos quais 70% são Pantanal. Por abrigar a maior parte da região pantaneira, a cidade recebe o apelido de Capital do Pantanal.

A sua paisagem colorida pelo verde, pela fauna e pelas flores que residem no Pantanal constitui um rico bioma, considerado pela UNESCO como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera. Uma paisagem que arrebatou os primeiros colonizadores do então Arraial de Nossa Senhora da Conceição de Albuquerque, em 1778, continua encantando os viajantes do mundo todo que visitam esse patrimônio natural.

Das suas peculiaridades, o pantanal abriga um modo de vida rústico, são os vaqueiros e os ribeirinhos, que encontraram na lida com o gado e na pesca artesanal uma maneira de viver em meio a grandiosa planície.

Hoje, Corumbá é a terceira maior força econômica do Mato Grosso do Sul. Além da mineração, a sua riqueza está na pecuária extensiva que constitui o maior rebanho do Estado e no turismo.

banner-corumba2

Um lugar de múltiplas culturas

Corumbá é uma cidade singular com múltiplas expressões culturais. Sua gente é simples e hospitaleira. Um povo nascido da miscigenação de vários povos. Por aqui, viviam os indígenas e os fronteiriços. Aqui, desembarcaram os árabes, os italianos, os portugueses…Todas essas identidades, se fundiram e formaram uma cultura rica, plural, multifacetada.

Graças às belezas naturais, ao seu patrimônio histórico e cultural, Corumbá é um polo turístico nacional e internacional.

banner-corumba3

Cenário histórico

No fim do século XIX e início do século XX, a cidade teve sua ascensão econômica. O Porto, que já foi considerado o segundo mais importante do Brasil, alavancou a cidade, que se tornou um grande centro comercial para importação e exportações de mercadorias. É nesse momento que Corumbá tem seus dias de glória e fica marcada nacionalmente nos aspectos socioeconômico, cultural e arquitetônico.

Caminhar pelas ruas, avenidas e praças de Corumbá é reviver a história, em um cenário de prédios e casas de expressões neoclássica, eclética, art-déco e art-noveau.

Atualmente, na região do Porto, um casario antigo avista as águas mansas do Rio Paraguai, um encontro de passado e presente, acompanhado de um admirável pôr do sol.

A orla do Porto é ponto de encontro de turistas, artistas, intelectuais, jovens e dos todos que gostam de apreciar as noites animadas e quentes de Corumbá.

banner-corumba4

Vocação para o Turismo

Onde tem natureza, história e cultura também tem turismo. Corumbá é um dos principais polos turísticos do Brasil. É considerado pelo Ministério do Turismo como um dos 65 destinos indutores do desenvolvimento turístico regional. O setor impulsiona a economia, promove a cultura, as áreas sociais, a sustentabilidade e gera emprego e renda.

A cidade oferece infraestrutura para todos os tipos de turismo, dispõe de rede hoteleira, meios de transporte e diversas opções gastronômicas. Corumbá é ainda, entrada internacional para quem vai para a Bolívia.

Todos os anos passam pela cidade mais de 200 mil  turistas que contemplam a pesca esportiva, o Carnaval Cultural, o Festival América do Sul, o Arraial do Banho de São João, as belezas naturais da região pantaneira, a história, a arte e a cultura local e, mais recentemente, o Pantanal Extremo, um evento de esportes de aventura que reúne atletas de todo o Brasil e de outros países.

O Pantanal Extremo destaca Corumbá como um dos mais novos destinos turísticos de  esportes de aventura, um lugar ideal para quem procura fortes emoções.

Mais sobre Corumbá

Ano de criação: 1778
Localização: Centro-Oeste do Brasil, Pantanal Sul-Mato-Grossense.
Limites:

  • ao Sul: município de Porto Murtinho e o país Paraguai;
  • a leste: os municípios de Aquidauana, Miranda, Sonora, Coxim, Rio Verde de Mato Grosso;
  • a oeste: o país Bolívia;
  • e ao norte: o estado de Mato Grosso.

Fuso horário: está a (-1) hora com relação a Brasília e (-4) com relação ao Meridiano de Greenwich
Principal Rio: Rio Paraguai (e seus afluentes)
População: 107.347 habitantes
Vegetação: vegetação rica e variada, um misto de outros biomas brasileiros, como o cerrado, a caatinga e a região amazônica.
Clima: tropical, com o inverno seco e chuvas no verão.
Temperatura media anual: 25°C
Máxima registrada: 42ºC
Mínima registra: 2ºC

Localização

mapa
DISTÂNCIAS*:

Km Cidades
425 Campo Grande
597 Dourados
355 Bonito
760 Três Lagoas
1.454 Brasília
1.435 São Paulo
621 Cuiabá
1.860 Rio de Janeiro